Carregando pagina

Amor

Não aguenta mais a solidão?

Expectativa para encontrar um par pode dificultar vida amorosa

 

Você algum dia já se perguntou por que não consegue manter um relacionamento como as outras pessoas? Se questionou por que seus namoros não vingam ou se queixou da solidão? É impressionante como há tantas pessoas sós, buscando se relacionar, porém, sem sucesso. Mas se existe esse grande número de pessoas na mesma situação, seria lógico que uma encontrasse a outra, formando casais felizes. Mas por que isso não acontece? Por que não encontramos essas pessoas ou quando o encontro acontece, a relação não vai para frente?

Geralmente buscamos essa resposta com um sentimento de tristeza e pesar, o que por si só já traz um clima desagradável para a situação. É preciso sempre estar consciente de que a energia que a situação toma é aquela que colocamos e alimentamos. Esse peso muitas vezes fica tão intenso que nos cega ou nos afasta ainda mais do que pode efetivamente nos ajudar a melhorar, pois entramos em um círculo vicioso de pensamentos e sentimentos. Buscar as respostas, mas de forma superficial, apenas aumenta nossa ansiedade e angústia. Não adianta ficarmos presos ao que acontece apenas, sem perceber tudo que dentro de nós nos leva a vivenciar tal situação.

Só consigo ser feliz com um par

Um exemplo do que pode estar causando essas frustrações afetivas é a crença de que nascemos e só podemos ser felizes se tivermos um par. Isso é algo que costuma ser muito arraigado nas pessoas, e, por isso, temos muita resistência em nos desapegar desse tipo de pensamento. Nos meus atendimentos, percebo que muita gente fica brava ou revoltada quando indico que é justamente isso que precisa ser trabalhado.

Querer ter um parceiro é natural, mas não significa acreditar que só poderemos ser felizes se dividirmos nossa vida com alguém. Quando vivemos essa crença devemos estar bastante cientes da escolha que estamos fazendo e, portanto, arcar com essas consequências, tais como:

  • sentimento de vazio e de falta quando estamos sós
  • angústia
  • baixa autoestima
  • dependência de ter alguém para nos sentir bem, entre outros

Se permitir ficar só, sem estar na expectativa ou na busca de um parceiro, não significa desistir da vida afetiva ou se condenar à solidão, apesar de nossos sentimentos muitas vezes interpretarem dessa maneira."Se permitir ficar só, sem estar na expectativa ou na busca de um parceiro, não significa desistir da vida afetiva ou se condenar à solidão, apesar de nossos sentimentos muitas vezes interpretarem dessa maneira."

Uma vez que enfrentamos o medo de ficarmos sós, nos permitimos viver de outra maneira, diminuímos o peso que nós mesmos criamos, e ainda que estar sozinho continue sendo desagradável, fica mais fácil encarar e vivenciar essa experiência.

Podemos comparar a solteirice à uma criança que tem medo do escuro e precisa enfrentar a escuridão. Caso não encare seus temores, ela sempre estará submetida a esse medo e sua vida será de alguma forma determinada por ele. Portanto, somente enfrentando o medo da solidão e nos permitindo vivenciá-la sem resistência poderemos fazer com que essa energia pare de ditar negativamente nossa vida afetiva. De início pode parecer que vamos ficar sem chão, mas esse é o primeiro passo para realmente alcançarmos um chão firme e sólido, que nenhuma situação ou pessoa lá fora pode nos tirar.

Para continuar refletindo sobre o tema

É possível ser feliz sem companhia?
Livro "Para que o amor aconteça".
Se você deseja utilizar uma ferramenta energética para auxiliar neste processo, os kits Beleza Acquântica mais indicados são: Natureza Descoberta e Onda de Energia.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Ceci Akamatsu

Terapeuta acquântica, faz atendimentos presenciais no Rio de Janeiro, em São Paulo e à distância. É a autora do livro Para que o Amor Aconteça, da Coleção Personare.  Saiba mais »

contato: ceciakamatsu@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare