Carregando pagina

Você > Desenvolvimento Pessoal

Mandala pessoal fortalece seus potenciais

Aprenda a confeccionar seu próprio instrumento para viver melhor

 
Imagem Foter

Criar uma mandala pessoal pode ser uma boa forma de ajudar você a vencer os desafios da vida, fortalecer seus potenciais e se conhecer melhor. O trabalho com o desenho e a pintura desse material é terapêutico, pois limpa nosso emocional e nos auxilia a enfrentar nossos medos e bloqueios. Durante o processo de desenhar a mandala você cria uma conexão consigo mesmo, pois não fica se observando, sua atenção está - ainda que inconscientemente - no contato com a sua essência.

Curiosidade

Curiosidade
Mandala é uma palavra sânscrita que significa "círculo", que é o símbolo do cosmos. Cada mandala cria um campo energético de força, no qual as energias se instalam. Você já percebeu como temos várias formas mandálicas ao nosso redor? As sementes; algumas flores; cristais; frutas como kiwi ou laranja; a íris dos olhos e o prato das refeições, cujo formato é circular. Neste último, quando nos servimos do alimento, criamos uma mandala colorida, que nos nutrirá, trazendo energia e vitalidade ao nosso corpo.

As formas presentes na sua mandala podem revelar quais situações mais conflitantes vive no momento, seja com você mesmo, nos relacionamentos, no trabalho ou na família, por exemplo. Já a escolha intuitiva das cores que você faz para confeccionar a mandala pode representar aspectos dos estados emocionais de cada um dos envolvidos nos conflitos. É interessante trabalhar as cores de maneira livre, deixando fluir, sem pensar muito nos tons que serão usados.

Como confeccionar uma mandala?

Eu sempre falo nas minhas oficinas e aulas que todo mundo pode desenhar uma mandala. Para isso, você só vai precisar de:

  • Régua
  • Compasso
  • Lápis preto
  • Lápis ou canetas coloridas - ou tinta verniz vitral (para pintar no PVC ou vidro, caso escolha estes materiais)
  • Folha de papel em branco - ou outro material que preferir, como PVC, vidro, espelho, CD ou vinil

Não existe um ritual específico para fazer. Minha dica é que coloque algum aroma, para ajudar a despertar sua criatividade, intuição e trazer concentração e foco para esse momento. Neste caso, use um aromatizador de ambientes que tenha na fórmula óleo essencial de Hortelã-Pimenta, Limão ou Capim-Limão, por exemplo. Outra opção é colocar 5 gotas do óleo essencial de Hortelã-Pimenta no difusor elétrico, com um pouco de água. Você também pode colocar uma música para deixar o local mais leve, mas ainda é possível fazer em silêncio. Fica a seu critério.

Com o compasso, desenhe um círculo no papel - mesmo que tenha escolhido outro material para confeccionar sua mandala. Neste caso, depois transfira o desenho para o material que optou. A circunferência de sua mandala pode ser feita em qualquer tamanho, depende muito do local onde pretende colocá-la. Se for deixá-la na mesa, pode ser uma de até 10cm, por exemplo, já se a ideia é expor sua mandala na parede, faça uma maior, acima de 20cm de circunferência.

Depois de feito o círculo, a ideia é deixar a imaginação fluir e desenhar a mão livre ou com o auxílio da régua e do compasso o "preenchimento" da mandala. Coloque as formas e as cores que desejar. Não pense muito na hora de confeccionar, simplesmente comece a desenhar e pintar, aleatoriamente, assim como uma criança quando desenha. Não existe certo e errado na produção de uma mandala. A ideia é deixar vir à tona o que está no seu íntimo e na sua essência. É isso que ajudará você a se libertar do que está preso no seu inconsciente."Não existe certo e errado na produção de uma mandala. A ideia é deixar vir à tona o que está no seu íntimo e na sua essência. É isso que ajudará você a se libertar do que está preso no seu inconsciente."

Muitas pessoas enfrentam dificuldades para desenhar, não sabem o que fazer, ficam indecisas em relação às cores que vão usar. Isso muitas vezes traz frustração, mas tenha em mente que é um processo natural.

Para liberar seus bloqueios e inseguranças, a ideia é tentar resgatar sua criança interior, encarando este momento como uma chance de simplesmente brincar e se divertir.

Como utilizar a mandala nos ambientes?

 
Mandalas podem ser usadas na decoração de ambientes (Imagem: arquivo pessoal)

Você pode usar a mandala como objeto de decoração, em cima do criado-mudo, nas paredes ou pendurada em cantos da sala. A ideia é que ela fique em um local que possa visualizá-la com frequência, pois esse contato direto ajudará você a trabalhar concentração, foco, criatividade, ansiedade, dentre outros.

Como interpretar sua mandala?

Como cada pessoa tem sua individualidade, as mandalas pessoais também são únicas. Para uma interpretação completa e personalizada é preciso se consultar com um profissional que realize este tipo de trabalho. No entanto, alguns sinais presentes no desenho que fizer podem ser interpretados de forma mais geral. Veja abaixo quais são:

As formas geométricas de uma mandala criam as vibrações, que estão ligadas a diferentes simbologias. Veja abaixo algumas dicas para interpretar os desenhos e as cores que escolher. Mas, atenção: para não influenciar você previamente no processo de confecção, leia os significados de alguns desenhos e tons apenas depois de fazer a sua mandala.

Significados de desenhos e formas

  • Círculo: costuma estar presente na maioria dos desenhos de mandalas, pois cria o campo de vibração existente em todas elas, transmitindo uma energia hipnotizante para os olhos.
  • Triângulo: também bastante comum nas mandalas, é considerado um símbolo sagrado, pois representa o homem e sua busca espiritual.
  • Quadrado: simboliza a matéria, as realizações, a estrutura, a organização, a estabilidade e o equilíbrio-
  • Pentágono e Pentagrama: são vibrações leves e renovadoras. Representam mudanças e transformações. No caso do pentagrama ou estrela de cinco pontas, tem uma forte ligação com a magia e a alquimia, emanando vibrações de liberdade de ação e pensamento.
  • Hexágono: simboliza a busca, principalmente no ambiente familiar, com seus apegos e desapegos.
  • Curvas: ativam nosso emocional, as pessoas que tendem a fazer curvas em suas mandalas são mais emocionais.
  • Retas: ativam nosso racional. As mandalas que possuem muitas retas sinalizam que a pessoa tende a racionalizar suas atitudes no dia a dia-
  • Cruz: é um símbolo de decisões. Sinaliza que a pessoa pode estar vivendo este momento-
  • Espiral: significa vitalidade e está relacionada com as energias de cura.
  • Coração: simboliza a união.
  • Sol: significa amor e felicidade.
  • Estrela: simboliza a espiritualidade e a liberdade.
  • Labirinto: sugere que a pessoa está olhando para o centro de si mesma.
  • Borboleta: simboliza autorrenovação e transformação.

Significados das cores

Significados das cores
Vermelho - é estimulante, afasta a depressão, tira o desânimo. É a cor das conquistas, das paixões e da sexualidade. Quando está numa mandala, precisa ser bem usada, pois pode tirar o sono ou deixar a pessoa irritada. Saiba mais aqui sobre esta cor.
Significados das cores
Amarelo - é ativadora e dinâmica, age sobre os processos mentais. Este tom afasta as ideias fixas e aumenta a capacidade de raciocínio. É a cor da inteligência, do estudo e da criatividade. Descubra mais aqui.
Significados das cores
Laranja - é restauradora e regeneradora, traz recuperação depois de um processo destrutivo e a capacidade de refazer o que não está certo. É a cor da coragem, da reconstrução e da melhora. Veja aqui outros significados.
Significados das cores
Verde - é calmante e equilibradora. Melhora qualquer estado físico negativo e energiza o corpo e a alma. Quando uma mandala tem a cor verde, suas vibrações são sempre energizadoras e, seja em que nível for, é benéfica para todos. Veja mais dicas aqui.
Significados das cores
Azul - traz equilíbrio, paciência, harmonia e serenidade, além de tranquilizar o corpo e a mente. Ajuda nos casos de insônia e estresse. Veja outros benefícios e formas de uso aqui.
Significados das cores
Índigo - trabalha o equilíbrio energético, intuição, proteção, limpeza e purificação de ambientes. Cor também ameniza pensamentos negativos e obsessões, veja como.
Significados das cores
Violeta ou Lilás- é profundamente espiritual, mística e religiosa. Atua sobre quem está espiritualmente desequilibrado, descrente e sem conexão com as forças divinas. Quando uma mandala tem a cor violeta ou lilás, limpa e isola os ambientes em que está. Aprenda a usar esta cor no dia a dia.
Significados das cores
Rosa - trabalha afetividade, amor, harmonia e união, ajudando no equilíbrio dos relacionamentos pessoais e profissionais. Descubra aqui outros benefícios.

Resultado final

Depois de ver sua mandala pronta, qual sentimento aflorou? Ficou insatisfeito ou feliz com o que produziu? Reparou em possíveis erros, como espaços em branco que ficaram sem ser preenchidos, ou não atentou para esses detalhes? Saber se observar diz respeito à maneira como vem encarando seu momento atual. Será que você é muito rígido(a) consigo mesmo, por pensar que seu desenho nunca está bom, pois usou cores muito fracas ou muito fortes? Note que isto não é necessariamente negativo, já que um pouco de cobrança em melhorar algo sempre é bem-vindo. Mas se o incômodo foi grande demais, que tal começar a perceber se não chegou a hora de ser mais flexível consigo mesmo?

O importante é tentar criar e desenhar a sua mandala. Se preferir, existem desenhos já prontos que você pode colorir. Mesmo nesses casos, a escolha de determinadas formas deve ser observada, pois ainda assim estará relacionada com seu momento atual. Afinal, você busca pelo que realmente precisa neste momento, e geralmente as mandalas prontas nos "escolhem", nos chamam.

Também é possível confeccionar uma mandala para dar de presente. A forma de fazer é a mesma: deixe o desenho fluir, sempre pensando em como este símbolo ajudará a pessoa querida. Outra opção é escolher propositalmente as cores que ajudarão o presenteado a lidar com as questões que precisa.

Exemplo de mandala

O desenho abaixo é de uma aluna querida. Na época, ela estava passando por um processo de transformação, no qual tentava uma transição de carreira e se sentia um pouco perdida, com várias opções a escolher. Perceba que isso é refletido na mandala dela, pois existem vários caminhos desenhados, mostrando a necessidade da mudança, mas ao mesmo tempo o medo e a insegurança frente à aceitação de algo novo. No entanto, é interessante observar que esses mesmos caminhos levam a um único lugar, o centro - simbolizando a essência dela.

 
Mandala sinaliza momento de vida da pessoa que a fez (Imagem: arquivo pessoal)

E aí? Ficou animado para desenhar e pintar suas próprias mandalas?

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Solange Lima

Terapeuta holística e numeróloga. Utiliza técnicas como Florais, Aromaterapia, Cromoterapia, Shiatsu, Reflexologia e Reiki. Realiza atendimentos em São Paulo. Saiba mais »

contato: solange@solangelima.net
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS