PUBLICIDADE

Futuro > Previsões e Tendências

Júpiter em Gêmeos: tempo de aprender e inovar

Aproveite para exercitar mais a inteligência até junho de 2013

Por: Vanessa Tuleski

 

Atualmente há um incentivo espetacular para toda forma de aprendizado: Júpiter, que é considerado o grande planeta benéfico, ingressou em Gêmeos no dia 12 de junho de 2012 e ficará neste signo até 26 de junho de 2013.

Quando o gigante do sistema solar transita em um signo, ele o destaca e o amplifica. Desta forma, está ampliando a inteligência disponível, principalmente para quem quiser buscá-la. Está evidenciando, também, as capacidades geminianas de adaptação, flexibilidade, negociação, comunicação e jogo de cintura.

Estão ao nosso alcance tanto o aprendizado de habilidades de natureza prática (como, por exemplo, dirigir, utilizar um software, pilotar uma moto, etc.) como de natureza comportamental. Para tanto, teremos de ser humildes e tentarmos olhar onde somos menos desenvolvidos e temos algo a aprender.

O signo de Gêmeos e o atributo da inteligência

De acordo com a roda zodiacal, primeiro o ser humano utilizou sua força e instinto, o que corresponde ao signo de Áries. A seguir, descobriu como cultivar e estocar seu alimento - o que está ligado a Touro - e isto lhe deu uma grande vantagem evolutiva. Tal vantagem, por sua vez, o levou ao signo de Gêmeos, isto é, ao alargamento de uma série de habilidades já incipientes.

No estágio geminiano, o ser humano já havia fabricado armas e utensílios e já tinha uma forma de comunicação (um atributo deste signo por excelência). Mas, na proporção em que ficou desonerado da luta diária pelo alimento, seu cérebro privilegiado passou a ter tempo para fazer mais e ir mais além.

Depois disso, nós simplesmente chegamos onde estamos hoje, fazendo coisas que seriam consideradas como mágicas para o homem pré-histórico. Inteligência é, portanto, poder. E saber usá-la e aumentá-la também. A inteligência ainda é algo que tende a crescer, seja por inércia e lentamente, ou por iniciativa pessoal e rapidamente.

As questões de inteligência, portanto, estão muito ligadas ao signo de Gêmeos, que também é o signo da mimetização, já que imitar é uma das maneiras mais eficientes de aprender.

Mas o que é inteligência?

Até algumas décadas atrás, o conceito de inteligência estava restrito às habilidades lógicas. Era considerado inteligente quem tivesse a capacidade de compreender com facilidade conceitos complexos, sobretudo matemáticos. Aos poucos, as pessoas começaram a entender que a inteligência era algo muito mais amplo. Um dos marcos desta compreensão foi a publicação de "Inteligência Emocional" (Ed. Objetiva), de Daniel Goleman. O livro fez um estrondoso sucesso, principalmente porque até então não se pensava que as habilidades no campo emocional pudessem constituir uma forma de inteligência.

Mas o que é inteligência? É, basicamente, uma capacidade de articular e dominar uma determinada matéria. O que se sabe sobre inteligência hoje é que há vários tipos dela - como a matemática, verbal, artística, musical, etc. - e que uma pessoa inteligente em um assunto pode não sê-lo em outro. Por exemplo, ter elevada inteligência matemática não quer dizer, necessariamente, ter inteligência emocional. Por isto, idealmente, devemos buscar desenvolver mais de um tipo de inteligência se quisermos ter sucesso na vida. Por exemplo, Salvador Dali tinha inteligência artística, mas também para realizar seu marketing pessoal, ao contrário de muitos pintores talentosos que só foram reconhecidos depois da morte.

A inteligência também é algo que pode ser ampliado e multiplicado pelo uso. As obras primas costumam surgir de uma inteligência já amadurecida, em pleno domínio das habilidades necessárias para executar algo. Uma das inteligências mais curiosas talvez seja a física. Algumas pessoas são dotadas de uma habilidade natural de compreenderem a forma de usar o corpo. Sempre que aprendem algo neste sentido tendem a se destacar da média. Exemplo: um jogador de futebol que seja dotado deste tipo de inteligência pode aprender a jogar tênis com facilidade, logo compreendendo a mecânica do esporte e de como ser bem sucedido nele. Ele pode não se tornar um especialista neste esporte, mas ter mais desembaraço do que uma pessoa que não tenha uma inteligência corporal desenvolvida.

Desenvolvendo a inteligência

Condições adversas podem desenvolver a inteligência. O antigo povo egípcio precisou usar de muita inteligência para se estabelecer à beira do Rio Nilo e aprender como aproveitar seus períodos de inundação e fazer sistemas de irrigação para as plantações. De todo este esforço, surgiu uma civilização.

Na vida pessoal, o desafio também pode ser um estímulo à inteligência. No entanto, a pessoa tem que estar disposta a usar certas características geminianas, que seriam:

  • 1Reconhecer o problema.
  • 2A seguir, fazer perguntas e tentar estudar a questão, verificando as informações disponíveis a respeito dela.
  • 3E, por último e mais importante, estar orientado para a solução, sendo, por isto, capaz de fazer adaptações e mudanças a fim de obtê-la.

Tomemos como exemplo dos passos acima os recentes avanços do conhecimento na área de Psicologia. Até poucas décadas atrás, sintomas como taquicardia repentina, sudorese, sensação de que iria morrer não tinham explicação. Mais tarde, descobriu-se que este conjunto de sintomas constituía um padrão e a ele deu-se o nome de "síndrome do pânico". O fato de este conjunto ter sido assumido desta forma facilitou para que o problema fosse compreendido, tratado e, consequentemente, que a solução fosse encontrada. Não há nada mais fascinante do que a inteligência destrinchando problemas e conseguindo encontrar soluções!

A inteligência também está nos olhos de quem olha

Há um outro fator de inteligência, que é a maneira como se aborda um problema, isto é, a forma como se olha para ele. A pessoa mais acostumada a usar sua inteligência nunca se deixa intimidar pelo que vê, pois ela está tentando buscar respostas. Ela sabe que se paralisar a si mesma e se deixar dominar pelo medo, desânimo ou pela pressuposição de que não há solução, não haverá mesmo como encontrá-la. A inteligência necessita de um pouco de distanciamento e da vontade de acertar. Requer, portanto, certa audácia, porque não basta enxergar uma solução, é preciso colocar em prática. Não é inteligente não testar as coisas e ter uma postura passiva.

O que você precisa mudar na sua vida?

Para a Astrologia, Gêmeos, o signo ligado ao conceito da inteligência, pertence ao ritmo Mutável, considerado aquele das adaptações e mudanças. Para muita gente, realizar o que este signo pede não é fácil. Em busca da solução, muitas vezes Gêmeos instiga a mudar e a se adaptar.

Porém, não raro, estamos apegados a antigas fórmulas e, até mesmo, a velhos problemas. Dizemos que queremos nos livrar do problema, mas não estamos dispostos a sair da nossa zona de conforto para isto - o que implicaria em descobrir o que teria de ser mudado ou adicionar algum novo elemento que pudesse ajudar a mudar a situação.

Suponhamos uma pessoa jovem e tímida que esteja tendo uma vida limitada por falta de interação social. Ela diz que é tímida e que sempre foi assim. O fato é que comportamentos podem ser aprendidos. Uma pessoa tímida pode aprender como ser menos tímida. Alguém pode lhe passar o conhecimento para isto. Aquilo que chamamos de terapia muitas vezes é uma espécie de curso lento em que estamos aprendendo novas habilidades e reciclando a nós mesmos.

Só as pessoas inteligentes concordam em mudar

A despeito das várias definições para inteligência, ela deveria ter um sentido prático, de nos ajudar a ser mais capaz de gerir melhor o que se apresenta, tirar mais proveito das situações e obter melhores resultados. Há pessoas que possuem uma espécie de inteligência global, que as habilita não só a se destacarem em habilidades específicas, como a também conseguirem se comunicar com todo tipo de pessoa e terem sucesso em outras áreas da vida.

Gêmeos é o signo que ensina que a falta de algum elemento importante em nossa personalidade poderá nos causar problemas. Precisamos ter um pouco de tudo se quisermos nos sair bem na vida."Gêmeos é o signo que ensina que a falta de algum elemento importante em nossa personalidade poderá nos causar problemas. Precisamos ter um pouco de tudo se quisermos nos sair bem na vida."

Suponhamos, por exemplo, que falte em você a característica da tolerância. Esta ausência faz com que você provavelmente seja muito crítico, irritável e implacável - consigo mesmo e com os outros. Isto, por sua vez, pode implicar em se envolver em conflitos e colocar em risco os relacionamentos. No dia em que você notar os prejuízos que a falta de tolerância traz para a sua vida vai querer aprender a desenvolvê-la.

E entre o querer e o fazer terá que aplicar considerável quantidade de foco e esforço para reverter padrões e assimilar algo novo. Aquilo que não usamos é difícil para nós. Por exemplo, se você é destro, tente escrever qualquer coisa com a mão esquerda. Ficará surpreso como é difícil executar uma tarefa aparentemente tão simples quanto esta.

No entanto, o ser humano pode ter incrível força de vontade quando quer realizar algo. Admitir o problema, como já foi dito anteriormente, já é muita coisa, pois implica em ter uma direção e algo para solucionar. Só pessoas inteligentes concordam em mudar para ter melhoras em sua vida pessoal, profissional ou afetiva.

A questão é que a maioria de nós muitas vezes não tem consciência do que nos falta, por isto, se algum dia você descobrir uma lacuna, agradeça, pois só quem sabe qual é o problema tem como começar a resolvê-lo.

As lacunas realmente sérias são aquelas que bloqueiam a vida. Por exemplo, quem tem uma aversão muito acentuada a correr qualquer tipo de risco fica estagnado. Não quer sair da sua zona de segurança. Mas também sofre por estar dentro dela. Durante anos, pode esperar um milagre, até o dia em que achar que precisa fazer algo novo acontecer, porque o milagre pode demorar ou não vir.

Uma das lacunas mais comuns dos jovens de hoje é a persistência. Ninguém nasce persistente. A persistência é aprendida. Porém, se a pessoa nunca a usou, pensa que simplesmente não tem nenhum pouco desta qualidade dentro de si. É importante dizer aos pais que não privem seus filhos de desafios, pois, do contrário, eles ficam sem conhecer a própria força.

Recentemente, uma mãe preocupada veio fazer uma consulta comigo sobre o filho de 23 anos que não terminava nada do que começava e estava desanimado e sem rumo. Perguntei a ela como tinha sido a educação dele. Corajosa em admitir seus erros (o primeiro passo da inteligência), ela contou que todos o mimavam. Que o rapaz, quando era criança, demorou anos para aprender a amarrar o cadarço do tênis, não porque tivesse tentado e não conseguido, mas porque sempre havia alguém que fazia isto por ele.

Infelizmente, a repetição deste tipo de ajuda além do prazo razoável rouba a autonomia e priva a pessoa de enfrentar os problemas e também se conhecer. Este rapaz não aprendeu a ter o mínimo de disciplina e nem a conquistar as coisas por conta própria. Por isto estava tendo muitas dificuldades, em uma idade na qual estes atributos são necessários. Era hora de empurrar o jovem para fora do ninho para ele ter seu voo solo. Ocorre que ele pouco treinou suas asas antes.

Nunca é tarde para aprender

Porém, nunca é tarde para qualquer forma de aprendizado. Podemos preencher as nossas lacunas a qualquer tempo, com paciência, esforço e força de vontade. Há uma fartura de livros, cursos, instrutores e artigos. Além disso, como foi dito, Gêmeos aprende por imitação.

Muitas vezes, nos associamos inconscientemente a pessoas que podem nos ensinar algo. Se somos inábeis socialmente, podemos sentir atração por quem é hábil. Podemos ter uma oportunidade valiosa de aprender com o outro o que ele faz de melhor. Nem sempre, porém, reconhecemos estas grandes oportunidades, principalmente nos casamentos. Às vezes, nos entrincheiramos no nosso velho jeito de ser, com medo de perder uma parte de nós mesmos se simplesmente nos permitirmos experimentar outros comportamentos. Com o tempo, aprendemos (mais um aprendizado) que o orgulho excessivo nunca é um bom conselheiro.

O caminho do aprendizado nem sempre é fácil. Muitas vezes é permeado por dúvidas: é isto mesmo, vou por aí? Mas isto faz parte da vida também. O signo de Gêmeos não representa apenas aprender, mas também se abrir."O signo de Gêmeos não representa apenas aprender, mas também se abrir."

Por isto que foi mencionada a humildade. Inteligente é aquele que se abre, que é flexível. Isto não quer dizer flexibilidade absoluta e abertura para qualquer coisa, mas uma espécie de "será" e o uso do próprio instinto e sensibilidade para saber o que serve ou não para si mesmo.

Hora de ampliar a sua inteligência

Não perca a oportunidade de aprendizado que Júpiter transitando por Gêmeos está proporcionando. Corra atrás do desenvolvimento das suas habilidades e também exercite o seu olhar. Faça perguntas como: "o que está faltando?", "que aprendizados e habilidades tenho que assimilar?". Você tem um ano para colocar em prática a sua inventividade e, igualmente, trabalhar a sua mente e forma de enxergar as coisas.

A sua mente é feita do conjunto dos seus pensamentos. Quer saiba, quer não, quem coloca alimento na sua mente é você. E a sua atitude tem que ser vigilante e ativa neste âmbito, como em outros de sua vida. Assim, por exemplo, se a sua mente está se inclinando na direção da derrota, pessimismo ou desânimo, só você vai poder mudar a maneira de pensar. Poderá fazer terapia, ler livros, realizar cursos que sejam um bom alimento para a sua mente ou então só ocupá-la com entretenimento, o que também tem o seu valor, mas não pode ser o único alimento.

Com o ingresso de Júpiter em Gêmeos, foi dada a largada para você aumentar a sua inteligência, seja a criativa, a social, a profissional ou outra. Gêmeos rege o movimento e é hora de se mexer para buscar o que possa lhe ajudar."Com o ingresso de Júpiter em Gêmeos, foi dada a largada para você aumentar a sua inteligência, seja a criativa, a social, a profissional ou outra. Gêmeos rege o movimento e é hora de se mexer para buscar o que possa lhe ajudar."

Amplie sua compreensão, sua inteligência emocional e seu entendimento sobre a vida, as pessoas, a sociedade, etc. Experimente novas abordagens, saindo da famosa zona de conforto. Vá estudar e se aprimorar naquilo que você quer. Se quer ser uma pessoa de sucesso, vá aprender como sê-lo. Se tem enfrentado dilemas como pai ou mãe, leia o que os educadores já publicaram e tire as suas conclusões. Faça cursos, se recicle, busque terapias. Mas não pare, pois o aprendizado nunca termina, apenas fica maior e melhor.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Vanessa Tuleski

Mora no RJ e estuda astrologia desde 1989. Autora do livro Signos astrológicos - as doze etapas para a auto-realização, vendido através do site www.vanessatuleski.com.br. Ministrou cursos no Rio, São Paulo e Porto Alegre. Saiba mais »

  • e-mail
  • Imprimir

MATÉRIAS RELACIONADAS

E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

NEWSLETTER

GRATIS
minimize close
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA A NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS