Carregando pagina

Saúde > Prevenção e Cuidados

Invista nos cuidados pós-sol

Estação exige atenção especial com cabelos e pele

 

A estação mais quente do ano chegou e os cuidados com o corpo devem ser redobrados. De acordo com a dermatologista Paula Penna, as regiões mais afetadas no verão são os cabelos, além do rosto, colo e mãos. Nessas áreas a pele é mais fina e mais propensa a desenvolver manchas ou sardas, por exemplo. Para aproveitar o sol sem culpa, além do uso de protetor solar é importante ficar atento aos efeitos que os dias quentes podem trazer para sua saúde.

No verão, a pele costuma apresentar um aspecto mais áspero, grosso e ressecado. Segundo a especialista, essa é uma maneira natural que o corpo encontra para se proteger dos efeitos solares. "A epiderme, que é a camada superficial da pele, é constantemente renovada. No calor, ela engrossa justamente por ser a mais externa, fornecendo proteção ao corpo e dando a sensação de estar mais densa", explica.

Para amenizar o efeito incômodo na pele, é fundamental que as pessoas invistam diariamente na hidratação. No entanto, não é recomendável fazer esfoliação durante essa época. "Vale lembrar que o aspecto áspero é uma proteção do corpo. Se o seu pé fica mais grosso depois de andar na areia, por conta de idas à praia, é bom evitar deixar essa área mais fina e, consequentemente, desprotegida", ensina a especialista.

Se você foi à praia e se descuidou na hora de pegar um bronze, uma boa alternativa para aliviar a sensação de ardência na pele ou minimizar o efeito descascado é utilizar cremes hidratantes, especialmente os que contêm aloe vera e aveia em suas fórmulas. "Toda exposição solar inadequada causa manchas, especialmente nas regiões mais sensíveis do corpo. Quem não usou protetor solar nessas circunstâncias deve evitar ficar exposto ao sol no dia seguinte. O calor deixa a pele mais quente, o que pode intensificar a sensação de ardência e o ressecamento da pele", alerta Paula.

Apesar dos termômetros estarem registrando altas temperaturas, muita gente não abre mão do banho quente. No entanto, esse tipo de prática contribui ainda mais para ressecar, desidratar e promover rachaduras da pele, já que tira a oleosidade natural do corpo. Para a dermatologista, a temperatura da água deve variar entre morna e fria. "A água quente retira a proteção natural da pele, que é composta de água e gordura. O ideal é que o tempo do banho dure entre cinco e dez minutos", esclarece.

Cabelos saudáveis no verão

Os efeitos mais comuns que o verão pode causar nas madeixas são ressecamento dos fios; alteração da cor, especialmente nas pessoas que possuem tintura nos cabelos, e queimaduras solares no couro cabeludo. Para deixar os fios saudáveis mesmo nos dias quentes a dica é proteger a cabeça com bonés ou chapéus e não abrir mão da hidratação capilar, antes e depois de tomar sol.

"Quando aplicamos cremes hidratantes nos fios, a oleosidade capilar natural fica protegida. Depois de encarar um dia de praia ou piscina e sol, a dica é lavar bem os cabelos para retirar todo sal e cloro. O ideal é que as pessoas usem máscaras capilares semanalmente para deixar os fios mais fortes", informa a especialista.

Além disso, é importante não descuidar da alimentação. Como nessa época do ano as pessoas ficam mais expostas ao sol, aumentam os riscos de desidratação. Para evitar o problema, ingerir muito líquido ainda é a solução. "É importante que cada tome cerca de 3 litros de água por dia. Nas refeições, opte por um cardápio mais leve, rico em frutas, verduras e legumes", lembra Paula.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas. Saiba mais »

contato: conteudo@personare.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS