Carregando pagina

Saúde

Fuja das dietas malucas ou radicais

Dicas para emagrecer com saúde e manter o peso adequado

 

A palavra dieta vem do latim "dietare", que significa estilo de vida, ou seja, aquilo que fazemos habitualmente e diariamente interfere na nossa saúde - e não o que fazemos esporadicamente. Não engordamos subitamente, mas lentamente...

É cada vez mais comum ver pessoas aderindo a dietas totalmente malucas e praticamente impossíveis de serem seguidas. O problema é que essas dietas prejudicam a nossa autoestima. Como são impraticáveis, logo as abandonamos e perdemos a confiança em nossa força de vontade - ficando mais difícil nos comprometermos de verdade novamente. Outro efeito colateral importante é a perda de vitaminas e o descompasso metabólico que geramos, pois o nosso organismo padece com isto.

Cada vez que comemos muito pouco ou de forma desbalanceada, nosso organismo sobrevive se adaptando a essa modificação. Quando voltamos a ingerir a quantidade normal de alimentos, podemos até engordar, para compensar a carência a que submetemos nosso corpo.

Portanto, este texto aborda dicas comportamentais e algumas receitinhas para que possamos colocar em prática nossas metas. Sempre é tempo de começar!

Sugestões:

  • 1O "repeteco" tem o gosto do primeiro. Você não precisa de duas fatias de bolo. A segunda fatia provoca culpa, além de calorias extras. Lembre-se que devemos comer curtindo como se fosse a primeira vez e não devorando como se fosse a última!
  • 2Entenda a diferença entre ficar satisfeito e empanturrado. Ficar satisfeito é quando a nossa necessidade de fome já foi saciada. O empanturrado é prejudicial para a saúde, pois dilata o estômago, gerando a tão famigerada barriguinha de estômago alto. Quando estamos satisfeitos, não sentimos fome, mas uma leveza (sei que podemos comer ainda mais, mas é esta hora que temos que parar!)
  • 3Coma com talheres e pratos pequenos. Experimente comer as sobremesas com colherzinhas pequenas, das de café, e ir curtindo cada bocado. Servir-se no prato menor sacia a nossa vista. Há quem prefira comer de hashi, o famoso palitinho japonês, pois também é uma maneira de descansar entre os bocados.
  • 4Sentiu que exagerou, não se culpe, e não espere o dia seguinte e nem a segunda-feira seguinte: recomece na próxima refeição!
  • 5Experimente comer devagar: você fica satisfeito e leve! Ensino as pessoas a respirarem profundamente antes de realizarem as refeições, depois começar a refeição com alimentos crocantes (ainda mais quem for muito agitado), como cenouras em palitos, cenouras baby, pepino em palitos ou meia maçã. Assim, você vai treinando o ritmo da mastigação. Coloque porções pequenas no garfo, descanse os talheres e se concentre naquilo que estiver mastigando, até ficar "papa".
  • 6Se tiver uma comemoração faça antes um lanchinho em casa, para não chegar "roxo" de fome e conseguir escolher os alimentos. Serve um iogurte com adoçante (e uma pitada de canela, fica delicioso), um iogurte batido com uma gelatina light (fica parecendo mousse - meio pote de iogurte natural desnatado e uma porção de gelatina light já endurecida e preparada conforme instruções. Particulamente eu prefiro as vermelhas com morango, framboesa, etc) ou até mesmo uma sopa ou salada leve.
  • 7Sentiu que está inchado e quer ficar lindo na roupa nova? Experimente diminuir as porções habituais e realizar lanchinhos (uma fruta ou uma barra de cereal light ou cinco bolachas integrais ou um iogurte desnatado ou light ou uma fatia de queijo branco + um tomate ou cenourinhas baby), tanto no meio da manhã como à tarde.
  • 8Outra ideia: evite alimentos que podem fermentar e produzir mais gases dois dias antes da festa. São eles: doces, feijões, lentilha, brócolis, couve, couve flor, repolho, batata doce, frituras e leite (experimente trocar por chás, inclusive digestivos como camomila, erva doce e capim cidreira. Tome morninho! (Esta lista contém alimentos saudáveis e esta prescrição é somente se a pessoa estiver com muitos gases)
  • 9Quando estiver com muito calor e a vontade de comer diminuir, respeite e prefira alimentos mais leves e nutritivos. Sirva-se de uma salada caprichada: alface americana, rúcula, uma fatia de queijo branco, cenoura ralada, uma fatia de manga em cubinhos (para quem gostar), folhas de hortelã (são super refrescantes e deliciosas). Torre uma fatia de pão integral light e corte em cubinhos como croutons. Tempere com pouco sal, limão ou vinagre e azeite. Está completa e deliciosa e você pode variar as folhas, trocar o queijo por atum ou sardinha, peito de peru, filé de frango ou trocar o pão por um pouco de batata palha.
  • 10 Hidrate-se! Podemos confundir a fome com sede, por isso a ingestão de água é fundamental, além de favorecer o funcionamento intestinal (diminui a barriguinha!). E ainda deixa a pele e o cabelo maravilhosos. Saiba que são 30 ml de água para cada kg de peso corpóreo. Exemplo: uma mulher de 60 kilos x 30ml, deve ingerir 1800 ml ou 1,8 litro, o correspondente a 9 copos de 200 ml (daqueles pequenos). Beba água constantemente, pois quando sentimos sede é sinal de que o organismo já esta desidratado!

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Amanda Regina

Nutricionista especialista em "Personal Diet" e Nutrição ampliada pela Antroposofia. Atua em consultório, escolas e ensinando pessoas a cozinhar de uma maneira mais saudável. Saiba mais »

contato: amandasregina@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS