Carregando pagina

Amor > Relacionamento

Devo terminar meu relacionamento?

Aprenda como é possível se fortalecer internamente para tomar esta decisão

 
Imagem: Trinity Kubassek, via Pexels

No áudio abaixo, a terapeuta energética, Ceci Akamatsu, compara sua vida amorosa com sua saúde. Por meio desta metáfora simples, a especialista explica como identificar se vale a pena continuar investindo em uma relação e ensina exercícios para você se fortalecer internamente, independente de qual seja a sua decisão.

Caso prefira, você pode ter acesso ao conteúdo por meio do texto abaixo.

Para saber se uma relação amorosa está fazendo mais bem ou mal para você, experimente compará-la com sua saúde. Basta pensar o seguinte: o natural é estarmos saudáveis na maioria do tempo, até que eventualmente venha uma doença que nos obrigue a buscar uma recuperação. Nunca o contrário, ou seja, ninguém espera estar doente o tempo todo, para viver um ou outro momento saudável.

Na vida afetiva é a mesma coisa. As crises em uma relação (assim como as doenças na vida) são normais. Mas, se a gente vive um relacionamento esperando ter apenas algumas migalhas de felicidade, é sinal que tudo aquilo que é negativo e nos faz mal passou a ser uma regra, e não uma exceção. Quando chegamos neste nível, realmente é importante o questionamento: vale a pena manter o vínculo afetivo?

Coragem para terminar um relacionamento deve ser exercitada como uma musculação

Pode ser que a pessoa chegue a este ponto e, ainda assim, decida continuar o relacionamento - e não existe certo ou errado nesta decisão - mas é importante perceber quais são as suas limitações, no que você aposta e dá conta de encarar.

Muitas vezes, percebemos que é a hora de terminar a relação, mas não conseguimos. E isso também é um exercício."Muitas vezes, percebemos que é a hora de terminar a relação, mas não conseguimos. E isso também é um exercício."

Por exemplo, você pode querer levantar 100 kg agora, mas, se não estiver forte o suficiente para isso, precisará fazer musculação, com o objetivo de se preparar para erguer este peso. A coragem nos sentimentos funciona da mesma forma.

Então, é importante que nesse momento, no qual você já sabe que está fragilizado emocionalmente, comece a fazer trabalhos para se fortalecer internamente. Agora, mais do que nunca, o seu poder pessoal e amor-próprio serão importantes. Disponibilizei aqui um teste de perguntas e respostas para ajudar você a descobrir quais dores e medos podem estar atrapalhando seu poder pessoal e amor-próprio, além de orientações para mantê-los mais equilibrados.

Como se fortalecer para enfrentar um término amoroso?

Vale reforçar que não existe uma regra para cada um cuidar de si mesmo e se fortalecer. Muitas vezes se faz necessária uma ajuda terapêutica para ajudar a pessoa a lidar com este momento, outras vezes algumas atividades meditativas por si só já auxiliam (ouça aqui algumas Meditações guiadas que podem ser úteis em seu momento).

No nível físico, você pode buscar fazer coisas para se sentir bem, comendo sua sobremesa preferida ou cuidando do seu visual, por exemplo.

7 dicas para comer melhor depois do fim da relação

7 dicas para comer melhor depois do fim da relação
Não use a alimentação como refúgio após desilusão amorosa

No nível emocional e mental, se cercando de pessoas agradáveis, evitando ambientes ou notícias que sejam nocivas. Claro que muitas vezes temos um dia a dia que nos exige muito mentalmente ou emocionalmente, mas a ideia é que você consiga, na medida do possível, criar novos cenários e aprender a escolher melhor, com mais cuidado e consciência, o que quer para si mesmo.

Por exemplo, se estamos em um momento difícil, não precisamos assistir um monte de filmes de drama ou novelas, porque isso vai deixar nosso momento ainda mais "pesado", já que eles "puxam" o que existe de mais pesado no ser humano. Querendo ou não, tudo isso funciona como se fosse um alimento físico, sem nos darmos conta. Então, essa preocupação com os nossos alimentos nos níveis sutis também é muito importante, já que eles ajudam nosso fortalecimento interior.

Decidi insistir na relação. O que posso fazer para superar as dificuldades?

Já se você percebeu que vale a pena insistir na relação, o primeiro conselho é procurar se fortalecer dentro dela. Só que esse fortalecimento vai ser individual, antes de tudo, porque é a partir dele que conseguirá agir no relacionamento. Sem deixar, claro, de também manter a atenção na interação com a pessoa parceira. E isso é feito através de acordos, pois a comunicação é ponto principal na questão da conciliação e do trabalho do relacionamento. Então, estabeleça um espaço de comunicação amorosa, limpa, sincera e, principalmente, treine sua capacidade de ouvir o outro sem ter uma atitude defensiva."estabeleça um espaço de comunicação amorosa, limpa, sincera e, principalmente, treine sua capacidade de ouvir o outro sem ter uma atitude defensiva."

Experimente, também, falar a verdade com o máximo de amor possível, sem querer agredir o outro.

+ Melhore a comunicação no relacionamento

Criar esse espaço de comunicação é difícil, é um desafio, é treino. Em algumas horas um vai escorregar, em outras será o outro que cometerá algum deslize. É preciso ter muita paciência, sempre lembrando que você está cuidando de algo muito precioso, que é a sua relação com a pessoa que ama. Então, "puxe" esse amor no momento que a situação ficar muito difícil e use-o como uma força impulsionadora. Isso também é treino, pois às vezes é difícil lembrar este exercício no momento da dificuldade.

É preciso muita atenção, consciência e presença nesse sentido. Questione-se: "o que estou efetivamente fazendo? Estou percebendo o que está acontecendo aqui e agora? Qual energia está me impulsionando?".

Para um relacionamento ser saudável, o mais importante é trazer sempre o amor para seu dia a dia, esta deve ser a força impulsionadora de qualquer ação ou recepção. No caso da comunicação, por exemplo, precisamos ter muito amor na hora de falar com o outro, mesmo que ele tenha dito alguma coisa negativa ou que nos desagradou. Nessa hora, escolha pensar: "isso me atingiu, trouxe um sentimento negativo, mas não vou alimentar mais essa energia". Assim, estará utilizando a energia e a força do amor para melhorar a relação com quem ama.

+ SOBRE SEPARAÇÃO

A dor de quem decide pela separação

Terapias naturais para enfrentar um término
Amor perdido: 5 maneiras de seguir em frente

A crise dos 7 anos existe no amor?

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Ceci Akamatsu

Terapeuta acquântica, faz atendimentos presenciais no Rio de Janeiro, em São Paulo e à distância. É a autora do livro Para que o Amor Aconteça, da Coleção Personare.  Saiba mais »

contato: ceciakamatsu@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS