Equipe Personare
Por Equipe PersonareLeia em 2 min.02/07/2009 Atualizado em 17/05/2018

Descubra e valorize seu jeito de amar

Com ou sem par, transforme sua vida amorosa nesse Dia dos Namorados

Descubra e valorize seu jeito de amar

Já planejou o que fazer no dia 12 de junho? Se está acompanhado, só de pensar nos restaurantes lotados você já sente um calafrio? Se está sozinho, fica para baixo ao imaginar que não tem nada para comemorar? Descubra uma maneira de fazer diferente neste Dia dos Namorados. O Personare convida você a repensar esses comportamentos e abrir espaço para viver algo completamente novo. Topa?

Por que repetir a fórmula flores + bombons + restaurante? Por que o fato de estar sozinho seria motivo de tristeza? Que tal pensar num presente ou num programa que seja a sua cara ou a de quem você ama? O que acha de aproveitar a proximidade da data para refletir sobre o que realmente faz você feliz? A resposta pode ser mais simples do que você imagina. E o resultado pode ser surpreendentemente agradável.

Dê uma chance ao romantismo. Nunca estará fora de moda seguir o coração. Descubra a forma de amar e os presentes mais indicados para o seu par. Criamos uma ferramenta que vai ajudar você nesta tarefa. Aproveite também para ler algumas dicas de como inovar no seu relacionamento. A Revista Personare tem uma edição especial com matérias relacionadas à vida afetiva. E tudo isso vale também para quem está desacompanhado. O hotsite Mês dos Namorados, a Revista Personare e os Cartões Virtuais trazem conteúdos sob medida para quem não está comprometido.

A compreensão do seu jeito de amar e do que busca num relacionamento vai ajudar você não apenas a experimentar uma comemoração diferente nesse 12 de junho. Pode também trazer a empolgação do novo para a sua vida afetiva. Aquela sensação de que todos os dias podem ser especiais… Só depende de você.

Confira no Especial Mês dos Namorados:

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.