Carregando pagina

Amor > Relacionamento

Conheça ferramenta que ajuda a superar crises no relacionamento

Identifique razão de seus problemas e insatisfações por meio de atividade simples

 
Imagem: William Stitt (@willpower), via Unsplash

Quem vive dificuldades no relacionamento costuma colocar a responsabilidade do que acontece de ruim no outro ou em eventos externos, como problemas familiares, brigas, etc. No entanto, se você está passando por esta situação, deve se responsabilizar pelas escolhas que lhe fizeram estar com determinada pessoa ou em alguma situação. É isso que explico no áudio abaixo e ainda apresento uma importante ferramenta para ajudar você a superar crises na sua vida amorosa.

No áudio abaixo, a especialista revela qual ferramenta pode ajudar você a entender melhor suas emoções e decisões. Ouça!

CASO PREFIRA, VOCÊ PODE TER ACESSO AO CONTEÚDO POR MEIO DO TEXTO ABAIXO:

Pessoas que estão insatisfeitas em um relacionamento costumam reclamar, principalmente, dos seus pares. Além disso, também é bem comum se queixarem da rotina, das brigas, do cansaço, das dificuldades de comunicação. O grande problema dos relacionamentos é que as pessoas só consideram uma parte daquilo que efetivamente acontece. Mas é preciso lembrar que não somos apenas o que falamos, percebemos ou vemos. Na realidade, também interagimos com os outros e com o mundo lá fora com nosso conjunto de emoções, pensamentos e tudo aquilo que somos em um nível mais sutil.

Então, de forma bem didática, é preciso dizer que não somos apenas seres físicos, mas sim seres físicos, emocionais, mentais e espirituais. Ou seja, interagimos com o mundo e com as pessoas em todos esses níveis.

Como vivemos em mundo muito voltado para o externo, sempre achamos que as coisas estão acontecendo apenas "lá fora". Geralmente, colocamos a responsabilidade do que acontece de ruim em nossa vida nas pessoas e nos eventos externos. Com isso, esquecemos que, na realidade, somos nós que fazemos as escolhas que nos colocam com determinada pessoa ou em algumas situações.

Cérebro sabe lidar com o que está dentro e fora de você

O primeiro passo para conseguir trazer a atenção para dentro de si é através da Meditação. Pode ser que você esteja se perguntando: "mas como a Meditação pode me ajudar?". Justamente contribuindo para que você se desligue um pouco do que está acontecendo do lado de fora, para começar a fortalecer sua própria percepção e consciência dentro de si - e não fora.

Internamente, temos ferramentas para lidar com estes dois âmbitos, ou seja, com o que está dentro e fora de nós. O lado esquerdo do cérebro está relacionado às decisões mais racionais, é ligado ao nosso "fazer", "resolver" e "entender". Já o lado direito do cérebro é mais sutil, procura perceber o que é abstrato, tem relação com as questões do "sentir".

No nosso dia a dia, tudo chama atenção para o que está do "lado de fora". Assim, acabamos utilizando muito nossas habilidades do lado esquerdo do cérebro, pois queremos fazer, resolver e entender o mundo. E este lado fica tão hiperativado com aquelas atividades cotidianas que exigem muito de nós, que acabamos esquecendo nosso lado mais receptivo, intuitivo e tranquilo.

+ Descubra como atingir objetivos apenas reprogramando o cérebro

Meditação é caminho para entender melhor suas emoções

A Meditação é uma ferramenta para acalmar o lado esquerdo do cérebro e começar a trazer a percepção para o lado direito, ajudando-nos a perceber melhor as nossas emoções e o que se passa efetivamente em nossa mente.

Geralmente, nossa vida é tão corrida que não conseguimos perceber o que estamos sentindo e como nossa mente está funcionando. Então, no meio de uma briga, por exemplo, vários sentimentos podem vir à tona e passar uma série de pensamentos na mente, sem que a gente perceba o que realmente está acontecendo.

A Meditação ajuda a desenvolver a percepção e a consciência sobre si mesmo para que, na hora que as questões estiverem acontecendo, a pessoa tenha a real consciência de tudo que ela está fazendo e sendo naquele momento.

Não fuja dos sentimentos negativos, aceite-os

Os processos meditativos trabalham o lado direito do cérebro e trazem percepções que chegam até nós por meio de insights e sentimentos que muitas vezes são difíceis de explicar, pois não passam pelo racional (lado esquerdo do cérebro). Por exemplo, durante uma Meditação podem surgir em sua mente cenas, imagens, sentimentos, lembranças, símbolos e até cores ou objetos.

O importante é estar aberto, pois às vezes não é possível entender a percepção na hora, mas se ela veio, deixe-a registrada. Você pode, por exemplo, até mesmo anotá-las em um diário. Ao longo do tempo, tudo fará sentido. Procure não se julgar ou se fechar, pois não existe certo ou errado. Relaxe e veja o que vai acontecer.

+ Aprenda a escutar o seu mestre interior através da Meditação

É natural que nesse processo comecem a vir à tona pensamentos, lembranças e, principalmente, sentimentos negativos. Afinal, se você busca entender o que está errado em sua vida ou relacionamento, a tendência é que surja algum um bloqueio ou aquilo que não está legal. Então, na hora que o sentimento negativo vier, não tente travá-lo e nem entregar-se a ele. O ideal é que deixe-o vir, entre em contato com ele e sinta-o."na hora que o sentimento negativo vier, não tente travá-lo e nem entregar-se a ele. O ideal é que deixe-o vir, entre em contato com ele e sinta-o."

O grande problema é que não nos permitimos sentir o que é negativo, temos medo porque não queremos que aquilo tome conta da gente. Mas, nesse momento, faça uma escolha: "isso não vai tomar conta de mim, mas vou me permitir entrar em contato com ele". Esta tomada de consciência, por si só, já vai promovendo mudanças. Não é uma mudança planejada, mas sim uma que simplesmente vai acontecendo. A consciência é um grande remédio, uma grande ferramenta.

+ Despertar a consciência ajuda a se livrar de sentimentos negativos

Como começar a meditar e resolver minhas questões?

As pessoas sempre perguntam, quando querem meditar, por onde devem começar. Você pode iniciar pelo mais simples, ou seja, ficando em silêncio durante cinco minutos, todos os dias - de preferência ao acordar e antes de dormir. Uma atividade que requer tão pouco tempo é viável, dá para fazer sem desculpas. Claro que quando você se propuser a fazer isso, sua mente não vai querer parar, a tendência é que ache chato, mas é importante que tenha persistência.

Caso queria realmente se aprofundar em atividades meditativas, é interessante experimentar vários tipos, seja um grupo ou uma linha espiritualista de Meditação. O importante é não desistir depois de fazer apenas uma vez, por achar que não gostou. Experimente colocar a técnica em prática ao longo de um mês. Busque professores, técnicas e espaços diferentes de Meditação. Isso por si só já treinará sua própria percepção do que gosta, considera legal e traz um efeito satisfatório para sua vida. Permita-se tentar e não caia em julgamento, dizendo que a atividade não é para você. Procure estar mais aberto para esse tipo de trabalho. Cada um terá uma identificação maior com um tipo de Meditação ou linha meditativa, sendo capaz de dizer o que é melhor para si. Que tal experimentar?

Playlists de Meditações guiadas para ouvir em qualquer lugar

O Personare disponibiliza uma série de Meditações em áudio, para diversos objetivos, como aumentar a concentração, reduzir o estresse, alcançar metas, etc. Você pode ouvi-las ao acordar, em momentos tranquilos ou até enquanto dirige ou está no transporte público. Escolha abaixo a que melhor se encaixa em seu momento.

+ SOBRE CRISES AMOROSAS

Devo terminar meu relacionamento?

Por que minha vida afetiva não dá certo?
Como ser mais feliz no amor?

Conheça dois perfis femininos que originam

dificuldades no amor

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Ceci Akamatsu

Terapeuta acquântica, faz atendimentos presenciais no Rio de Janeiro, em São Paulo e à distância. É a autora do livro Para que o Amor Aconteça, da Coleção Personare.  Saiba mais »

contato: ceciakamatsu@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS