Carregando pagina

Você > Autoconhecimento

Conheça a terapia Iluminare

Técnica é inspirada no sistema de diagnóstico e cura dos índios

 

Há algumas décadas atrás, o farmacêutico e agrônomo Aloysio Delgado foi passar um tempo com os índios. Desta convivência, ele trouxe uma terapia nova para nós, urbanos, a qual hoje tem vários nomes. Um deles é Iluminare.

Aloysio observou que os pajés tentavam curar os sintomas dos índios, mas iam além e buscavam também descobrir as causas. E para isto faziam uso de algo muito natural para eles: o sexto sentido.

Antes de falarmos sobre a terapia que Aloyzio descobriu, é bom pensarmos um pouco sobre as características de todas as culturas indígenas. A principal delas é a admissão do sagrado e do espiritual e a existência de uma só crença em todo o grupo. A sociedade indígena é sempre regida algum tipo de ordem espiritual, que paira sobre tudo. Uma diferença marcante em relação a nossa civilização é o contato com a natureza. O índio está mais próximo dela e a reverencia. Ela faz parte do seu imaginário. Ele conversa com árvores e sente o espírito dos animais. Podemos dizer, assim, que há, na cultura indígena, uma forte característica de conexão com o chão, com a terra, com a vida, e a espiritualização de tudo isto. Como não são tão guiados pela razão quanto o "homem branco" - entendido, neste caso, como aquele que não é índio - também podem exercitar melhor a intuição.

Já a civilização atual está constituída em cima da razão. A razão nos permite, como seres humanos, brincarmos com a natureza, algumas vezes de forma perigosa, outras, brilhante. O fato de você estar podendo ler este texto em uma tela é produto deste intenso desenvolvimento racional. Mas neste processo muitas vezes negamos uma faceta intuitiva que, admitamos ou não, sempre esteve presente em nós.

Inconsciente e intuição

O que explica que você pense em alguém que não participe muito do seu cotidiano e que no mesmo dia veja esta pessoa na rua ou receba uma notícia dela? Já te aconteceu de ter uma ligação muito forte com uma pessoa e sentir-se mal para em seguida descobrir que ela não estava bem? Você já viveu alguma incrível coincidência em sua vida? Os fenômenos intuitivos são abundantes, e, no entanto, tão logo acontecem nós os esquecemos ou atribuímos o ocorrido a meras coincidências. Se você se desse ao trabalho de anotar quantas vezes por dia adivinha ou sabe de algo com antecedência, ficaria surpreso. Se observasse como a realidade brinca com você, talvez se divertisse mais com o que te acontece. Já teve alguma viagem em que tudo se "encaixou" e que parecia que você estava conhecendo personagens incrivelmente interessantes, ao invés de somente pessoas? A televisão ou uma música já responderam alguma pergunta que você tenha acabado de formular?

No tão falado ano de 2012, o que acontecerá de mais marcante, astrologicamente, será o ingresso de Netuno no signo de Peixes, signo no qual irá transitar por 14 anos. Será um grande casamento, pois Netuno é o regente de Peixes, que, por sua vez, é o signo do inconsciente e da intuição. É de se esperar que, coletivamente, venhamos a ter um interesse muito maior por fenômenos psíquicos. Hoje, o que ainda é envolto em certo mistério e receio, vai se espalhar, da mesma forma que Netuno passando por Aquário (1998-2011) espalhou a tecnologia aos quatro cantos do planeta. Espere mais cinco anos e verá.

Recursos de cura

Mas voltemos ao Iluminare. Pois bem, como funciona? O pajé usava a intuição para descobrir a causa emocional ou mental da doença do índio. É importante compreender que tudo tem uma causa física e, ao mesmo tempo, interna. Assim, por exemplo, você fica gripado porque entrou em contato com um vírus. Mas você entra em contato com o vírus da gripe talvez muito mais vezes do que imagina. Por que vai ter a gripe exatamente naquela hora? E o que uma gripe faz com o seu sistema? Diminui a vitalidade, obriga a reduzir o ritmo e a cuidar de você. A gripe é uma boa oportunidade de reciclagem. É um processo de limpeza. Com este exemplo o que se está querendo dizer que qualquer acontecimento é a junção de uma ocorrência externa com uma interna. O que é uma outra forma de dizer que não há acasos.

Mas retornemos ao nosso pajé. Ele capta o que está acontecendo com o índio, ou seja, a causa interna. Percebe qual é o problema. Mas basta isto? Certamente não, é preciso atuar sobre esta causa. Aqui vem a parte interessante: momentaneamente o pajé toma para si os sintomas emocionais e mentais do índio. Ele os sente em seu corpo. E, com seus recursos de cura, trabalha estes conteúdos.

Recursos de cura? Todos nós temos. O seu sistema imunológico é um recurso de cura. A energia conhecida como Reiki, que você é capaz de ativar com suas mãos, é outro. Sua fé e orações também. E eu diria que temos um recurso de cura poderoso: a mente, pois a mente, no mínimo, molda atitudes. Escolha duas pessoas com saúdes igualmente debilitadas. Uma delas é frágil e pessimista e a outra, otimista. Talvez ambas não consigam sobreviver a uma determinada doença, mas a que tem a mente mais calma e otimista talvez tenha mais condições de preservar um sistema do que uma outra, de mente muito negativa e sem vontade de viver. O mundo está cheio de gente que recebeu veredictos de viver apenas tantos meses e estas pessoas conseguiram ultrapassar estes limites.

O Iluminare funciona igualzinho ao processo de cura do pajé. O terapeuta também usa o sexto sentido para diagnosticar as questões do cliente e também para captar seus conteúdos emocionais e mentais. Ele fará a captação dos conteúdos verbalizando-os em primeira pessoa ("eu não estou bem", "eu estou em desequilíbrio"). A seguir, irá trabalhar com seus recursos de cura, e um deles, muito potente, é o uso das palavras. Psicólogos sabem que palavras podem curar. Um novo ângulo através do qual enxergamos algo e - pronto! - já não nos sentimos da mesma maneira! Isto pode alterar nosso comportamento e posicionamento diante de uma questão.

Terapia sutil

Um outro recurso de cura importante no Iluminare é a conexão com a Luz. Luz em maiúsculo, mesmo. O que é ela? É desejo pelo bem. A Luz nunca força as coisas. Vejamos um exemplo prático. Uma pessoa procura um terapeuta do Iluminare porque se sente infeliz com o término de um relacionamento. O que o Iluminare pode fazer? Trabalhar a energia para ela lidar com isto. Isto significa que ela talvez se desligue da pessoa com quem rompeu, ou, pelo contrário, que tempos depois possa reencontrá-la e, quem sabe, se acertar ou, pelo menos, ter uma conversa importante. A Luz não está preocupada com resultados específicos. Ela está inserida em um contexto maior, de evolução, crescimento. A premissa do Iluminare é trazer crescimento, obedecendo aos ditames da Alma, e não da perspectiva que a pessoa possa ter sobre algo.

Hum, agora complicou, alma? Então o Iluminare precisa de alma? Sim, o Iluminare parte da premissa de que há energia presente em qualquer coisa material. A esta energia se chama "alma". A alma das pedras, das árvores, da Terra, a sua alma. A raiz do Iluminare é xamânica. O xamanismo é a preservação da espiritualidade indígena, definida como a relação forte que o índio tem com a Terra Mãe, o corpo e a natureza e com o Espírito. Para a astrologia, isto equivale a dizer que o Iluminare, cuja origem é xamânica, tem conexão com os signos dos elementos Terra (matéria) e Água (psique), mas que influi nos elementos Fogo (força, ânimo) e Ar (pensamento).

Porém, eu diria que o Iluminare, na forma como é feito, tem uma forte característica pisciana. Primeiro porque emprega o sexto sentido, muito ligado a este signo. Segundo, porque o Iluminare não é planejado. O terapeuta não sabe o que irá captar. Por vezes, poderá viajar no tempo, voltando à infância.. E, terceiro, porque é um trabalho de entrega: uma vez mexida a energia, esperam-se os efeitos. E sobre isto não se fica falando todos os dias. Usando, ainda, os melhores atributos de Peixes, o Iluminare não pretende interferir nas crenças de ninguém. Ele é o simples trabalho da energia na Luz (por isto, Iluminare), isto é, nos conceitos da ética e da não manipulação.

Da mesma forma, seus efeitos são sutis, porque Peixes é sutil. Há vezes em que a melhora é visível e muito imediata, até mesmo produzindo coincidências e acontecimentos. Mas há assuntos muito crônicos e enraizados que precisam de algum tempo para ter melhoras. Talvez um ano. O Iluminare, assim como Peixes, pertence à esfera da fé. É você quem tem de sentir e perceber. É como alguém que faz Reiki em você. Você dirá: estou melhor, a dor física diminuiu. Não haverá como um médico aferir se a dor teria se prolongado por mais tempo se não houvesse sido ministrado o Reiki.

Quer tentar?

Agora, para concluir, você vai receber de presente um pequeno exercício para praticar. Você vai aprender a fazer o mesmo processo que os índios fazem, de diagnóstico e de cura. Em um momento em que possa estar relaxado e sozinho, pense em alguém com quem você deseje resolver um problema de relacionamento. Ancore-se na Luz, isto é, pense que deseja o bem: o seu bem, o bem da outra pessoa, o bem da situação. Feche os olhos, acalme-se e sinta a energia fluir do chão pelos seus pés (a Terra), subir pelo seu corpo e sair pelo alto da cabeça (o Céu). Esta é a energia do xamanismo. Perceba-a fluir em você. Quando estiver preparado, pronuncie em voz alta ou na mente o nome da pessoa. A seguir, deixe que as imagens, músicas ou impressões venham a sua mente. Exemplo: você vê uma chupeta. Talvez esta pessoa seja um pouco criança emocionalmente e este seja o seu problema com ela. A seguir, você a vê montada em cima de um cavalo e ela quase cai sozinha, de tanta imprudência. Você percebe que esta pessoa é um pouco ansiosa e impulsiva, e por algum motivo pode estar sendo difícil conviver com isto.

Agora pense que você precisa se comunicar com ela, mas não faça isto com palavras. Faça o primeiro gesto que venha a sua mente. Talvez você abra os braços pedindo espaço e queira delimitá-lo em torno de você. Você quer mostrar a ela que precisa de espaço ou quer criar isto, já que ela, um pouco criança, talvez se apóie em você. Ou pode ser que você a abrace. Deixe o corpo falar, mas lembre-se de colocar amorosidade na sua intenção. O gesto pode ser até de colocar limites, mas de alguma forma tem de partir do seu coração. Este é o compromisso com a Luz. A Luz nunca quer ferir ou prejudicar. Quando sentir que já está bom, finalize e abra os olhos. Como nada está desconectado no Universo, sua comunicação não verbal seguirá seu destino. Desligue-se e deixe as coisas acontecerem. Apenas espere e observe. Normalmente, quando o problema desaparece não notamos mais. Só mais tarde é que pensamos: "é mesmo, as coisas melhoraram".

Este é apenas um exemplo do que o Iluminare pode fazer. E ele não está só. Em breve, várias terapias que trabalham a energia e o inconsciente irão se tornar cada vez mais conhecidas. Já é mais do que tempo que a razão se junte a intuição em respeito à Terra.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Vanessa Tuleski

Mora no RJ e estuda astrologia desde 1989. Autora do livro Signos astrológicos - as doze etapas para a auto-realização, vendido através do site www.vanessatuleski.com.br. Ministrou cursos no Rio, São Paulo e Porto Alegre. Saiba mais »

  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS