As dívidas estão tirando seu sono?

Confira dicas de coaching para virar o ano com equilíbrio financeiro

As dívidas estão tirando seu sono?

Quando chega o mês de novembro a maioria dos brasileiros começa a pensar em como empregará seu 13º salário. E a maioria chega à conclusão de que precisará usar esse valor para quitar dívidas e não para pagar a tão sonhada viagem, nem comprar um carro ou um eletrodoméstico novo.

Em tempos de crise, o dinheiro “na mão” some e o resultado é um endividamento. Muita gente não vê outra saída. Mas será que tem que ser assim? Como viver de acordo com a renda que você tem, e não aquela que você fantasia? Como virar o ano com mais equilíbrio financeiro?

Afinal, quem está no controle: você ou seu dinheiro?

Primeiro vamos examinar suas crenças sobre dinheiro. O autor T. Harv Eker declarou em seu livro bestseller Os segredos da mente milionária (Ed. Sextante): “Todas as frases que você ouviu sobre dinheiro quando era criança permanecem no seu subconsciente como parte do modelo que governa a sua vida financeira. O condicionamento verbal é extremamente poderoso”.

Reflita e anote:

  • O que você mais ouviu na sua casa sobre ganhar, gastar e poupar dinheiro?
  • Em que a pessoa que sustentava sua casa acreditava a respeito de dinheiro?
  • Qual é sua atitude hoje com o seu dinheiro?

Muita gente tem um modelo de dinheiro programado para gastar – quanto mais ganha, mais gasta. São indivíduos que optam pela gratificação imediata em detrimento do equilíbrio no longo prazo. Seus lemas são: “Ah… É só dinheiro”; “Tudo que vai, vem”; “Desculpe, agora não dá, estou duro” (está sempre devendo); “Dinheiro na mão é vendaval”.

Você tem constantemente a sensação de que “o dinheiro acabou, mas o mês não?”. Isso não pode acontecer de jeito nenhum! Para domar as próprias finanças, o primeiro passo é conhecer rigorosamente todos os seus gastos. O segundo é elaborar uma planilha de gastos pessoais (consulte exemplos e modelos prontos na internet). Planejamento pressupõe controle.

Arregace as mangas para criar seu equilíbrio financeiro e aja com:

  • Lista de gastos – diários/ semanais/ mensais/ anuais
  • Lista de dívidas
  • Lista de juros que está pagando todo mês
  • Consulta pessoal com seu gerente de banco e pedido de ajuda para quitar dívidas pagando o menor juro possível
  • Planejamento para quitar as dívidas com parcelas mensais que caibam no seu orçamento, usando o 13º salário para um abatimento maior
  • Destinando orçamento para as despesas de fim de ano (festas)
  • Destinando orçamento para as despesas de início de ano (impostos/escolas)
  • Definindo qual percentual poderá poupar e em quanto tempo (10%? 20%?)
  • Definindo como irá poupar o 13º, caso não o empregue todo na quitação das dívidas
  • Lista de medidas de economia no dia a dia que iniciará imediatamente

Você precisa mesmo de mais compras?

O consumismo irracional nos revela o quanto estamos insatisfeitos em nossas vidas. Não se engane – você não irá resolver dependências emocionais comprando uma nova TV, um novo microondas ou a última moda. Se esse for o seu caso (um consumo desmedido que está fazendo você se endividar), vale mais a pena participar de um grupo de apoio terapêutico e se livrar dos maus hábitos.

Busque esse tipo de apoio em sua cidade; se não houver, pague uma terapia; e se não puder pagar por conta de tantas dívidas já contraídas, monte um grupo de amigos que enfrentam a mesma situação e marque encontros semanais em que todos irão dar ideias e motivar a mudança individual de cada participante. Todos devem comparecer à reunião munidos das suas planilhas de gastos e dívidas para compartilhar e definir soluções possíveis.

Anote agora uma meta pessoal, do tipo “jogar para ganhar”:

– Para reduzir meus gastos mensais até janeiro de 2018, eu irei…

E tome muito cuidado com a facilidade de obter crédito! Lembre-se: planejamento pressupõe controle. O consumo agora é consciente, cujas práticas diárias são: Reduza, Reuse, Recicle. Para isso, não saia de casa sem uma lista planejada de suas compras – e se atenha a ela.

Carla Panisset

Carla Panisset

Coach especialista em Aumento de Performance Profissional e transição de carreira. Diretora da Regional RJ na Net Profit Brasil para gerar resultados para as empresas. Treinadora, Comunicóloga e Relações Públicas. Já treinou mais de 1.000 líderes e profissionais brasileiros, tendo 25 anos de carreira. Facilitadora de Biodanza® Sistema Rolando Toro (em formação).