Carregando pagina

Futuro > Previsões e Tendências

Arcano do mês: O Papa

Em agosto de 2017, o arcano-mestre do Tarot pede disciplina para atingir os objetivos

 
Imagem: The Alchemical Tarot. Robert M Place. Hermes Publications, 2015 - Foto de Leo Chioda

"O Papa" é uma das cartas menos discutidas do Tarot. Ele representa o poder espiritual sobre determinada sociedade, o canal entre o divino e o humano. Sendo o símbolo direto dos líderes espirituais do nosso mundo, este arcano está intimamente ligado à ideia de dogmas, crenças, valores e educação moral e religiosa. É a figura da moralidade, que determina o que é certo ou errado dentro de um determinado sistema social. Por isso mesmo, o arcano é marcado por uma clara austeridade, muitas vezes necessária para manter a ordem das coisas.

UM MÊS PARA TRAZER ORDEM

"O Papa" é um claro indício de que é necessário pensar melhor no que você acredita e no que você faz em relação aos seus desejos e ao mundo. É que esta carta do Tarot pede uma postura cada vez mais organizada diante das pequenas e das grandes causas do dia a dia: quanto mais você se dispõe a colocar as coisas nos devidos lugares, mais fácil fica para respirar e seguir em frente, com a certeza de fazer bem a sua parte. A responsabilidade é um dos maiores presentes que o arcano lhe inspira neste mês.

O AMOR PEDE CUMPLICIDADE

No âmbito afetivo, "O Papa" pressupõe maior cuidado com as relações mais importantes. O convívio afetivo passa a ser visto como uma realidade valiosa para o seu próprio equilíbrio emocional, sem falar na constatação de que o afeto é o seu porto seguro diante de tantas mudanças ao redor. Convém servir melhor à ideia de compromisso afetivo, aceitando a outra pessoa como ela é e ouvindo com maior predisposição a partir de agora. Agosto é o mês de colocar os "pingos nos is", mas também de reconhecer o quanto você pode agir de modo injusto quando julga ou tira conclusões precipitadas em relação às atitudes de quem ama."Agosto é o mês de colocar os "pingos nos is", mas também de reconhecer o quanto você pode agir de modo injusto quando julga ou tira conclusões precipitadas em relação às atitudes de quem ama."

Adote uma postura de mestre diante do amor: é mantendo a serenidade que o coração funciona em perfeição.

"O Papa" indica um período de reconciliação com amigos e contatos importantes, a partir de uma postura sensata, assim como prenuncia o acerto de contas com pessoas e situações relevantes. Por isso, vale a pena lidar com os impasses de modo tranquilo. Muitas pendências e irregularidades podem ter solução ao longo deste mês. Mantenha uma postura altruísta.

É TEMPO DE REVER AS CONVICÇÕES

Por mais certeza que você tenha a respeito de determinado assunto, convém parar para pensar melhor em suas próprias atitudes. Toda rigidez será questionada, por isso, é favorável rever alguns conceitos em vez de se manter irredutível numa posição. Lembre-se: você não tem poder absoluto sobre a razão. Quanto mais flexível for o seu posicionamento diante das pessoas e das situações, por mais difíceis que elas sejam, melhor você tende a se sair. Agosto é um mês marcado por inúmeras superstições, mas na verdade nenhuma delas procede. É você que determina o sucesso ou o fracasso, já que o mestre do Tarot rege seus próximos dias. Faça por onde. A vida agradece.

O OUTRO LADO DA VIDA

"O Papa" é o arcano que inspira um trabalho profundo ao longo deste mês. Isso significa olhar para dentro de si, já que o momento pede uma conexão mais forte e mais constante com o que você chama de sagrado. Em vez de permanecer resistente em relação à importância do seu próprio equilíbrio, é prudente respirar fundo e atentar aos sinais ao redor para trazer mais significado ao seu cotidiano."Em vez de permanecer resistente em relação à importância do seu próprio equilíbrio, é prudente respirar fundo e atentar aos sinais ao redor para trazer mais significado ao seu cotidiano."

Quanto mais fina for a sua sintonia com a vida, mais perto você vai estar daquilo que chamam de divino. "O Papa" aconselha seriamente a deixar que o peso exagerado dos problemas corriqueiros seja deixado de lado para sentir a leveza de cada momento. Veja a vida por outros ângulos. Reclame menos e agradeça mais! Receie menos e celebre mais!

Reflexões para o mês

PRIMEIRA SEMANA DO MÊS - 1 A 5 DE AGOSTO

Qual tem sido o seu empenho para fazer com que as coisas deem certo de verdade? Você tem se orgulhado de si?

SEGUNDA SEMANA DO MÊS - 6 A 12 DE AGOSTO

Você se responsabiliza pelos seus atos e pelas suas palavras? Como pretende lidar com as adversidades que tendem a surgir?

TERCEIRA SEMANA DO MÊS - 13 A 19 DE AGOSTO

Nem tudo sai da maneira como você deseja. Qual é a sua postura verdadeira diante dos impasses?

QUARTA SEMANA DO MÊS - 20 A 26 DE AGOSTO

Você tem seguido à risca os seus princípios? Como se mede o sucesso e a felicidade de uma pessoa, na sua opinião? Como é isso para você?

QUINTA SEMANA DO MÊS - 27 A 31 DE AGOSTO

Você costuma ser fiel às regras que impõe a si e aos outros? E qual é a relevância de cada uma delas, ainda mais quando as coisas nem sempre parecem sair como você espera?

SEU TAROT MENSAL

SEU TAROT MENSAL
+ Quer saber os 3 principais arcanos para seu mês? Jogue aqui uma versão mini gratuita do Tarot Mensal e descubra as tendências para os próximos 30 dias.

Como é escolhido o arcano do mês?

Dos e-mails que chegam: "Qual a força ou mesmo a idoneidade dos arcanos do mês que aparecem em diferentes páginas? Nunca são iguais! Qual deles seguir?". Sim, existem muitas pessoas que puxam uma carta para o dia, uma para a semana, uma para o mês e até mesmo uma para o ano. E elas são válidas.

"Ué, mas todas elas são válidas? Então, qualquer pessoa pode tirar uma carta que vale para tudo e todos?", alguns podem se perguntar. Não é bem assim. E não é simplesmente tirar a esmo. Deve-se levar em conta o propósito do sorteio (para quê? para quem?) e a marcação de tempo aplicada (para quando? Dentro de qual período?). Esta é uma forma de delimitar a atuação dos símbolos, sendo para uma previsão ou para uma orientação, a um grupo ou um público em particular.

Aqui no Personare, por exemplo, as cartas selecionadas para o mês são sorteadas tendo como premissa aquela que melhor venha a orientar os usuários, nos períodos especificados."Aqui no Personare, por exemplo, as cartas selecionadas para o mês são sorteadas tendo como premissa aquela que melhor venha a orientar os usuários, nos períodos especificados."

São tendências gerais que ressoam, que batem, que agradam, preocupam e até desagradam.

Ao contrário da Astrologia, que tem uma fonte única de cálculos (que são as posições dos planetas e os aspectos, considerados universais), com o Tarot teremos sempre cartas diferentes porque cada oraculista responsável tem um baralho em mãos - um microcosmo à disposição - que refletirá suas respectivas intenções. Ainda que os referenciais sejam os mesmos no mundo todo (78 arcanos: 22 Maiores e 56 Menores), existem deformações simbólicas, sistemas e filosofias diferentes no âmbito do Tarot. A melhor maneira de avaliar a validade e a eficácia desses arcanos é testando a interpretação e percebendo sua atuação em nossas vidas.

Mesmo que os símbolos também sejam universais, eles falam através de vozes diferentes. Vez ou outra as cartas são as mesmas, indicando que certas energias podem estar alinhadas. Mas pode acontecer de serem próximas ou absolutamente destoantes. A prioridade é perceber que cada carta, por mais divergente de um canal para outro, acaba sendo pertinente à pessoa interessada. Os símbolos falam ao melhor e ao pior de nós. E a idoneidade de cada canal é medida pela assertividade da interpretação, não pelas cartas sorteadas.

Portanto, querer ou pressupor que as cartas de todos os canais sejam iguais para validar o Tarot ou dar uma impressão de coerência oracular é o mesmo que desejar que um raio caia várias vezes no mesmo lugar. Pode acontecer, claro, mas não somos nós que determinamos isso.

Então, cabe avaliar o que se lê, assiste e ouve sobre os arcanos selecionados para um período estipulado de atuação. Conviver com os símbolos. O Tarot é um instrumento auspicioso para o aperfeiçoamento pessoal e, sobretudo, para tomar as devidas atitudes diante do mundo.

+ SOBRE TAROT

Tarot x vidência: desmistificando o oráculo

Os arquétipos do Tarot em 2017
Tarot e erotismo

2017: o ano da fortuna

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Leo Chioda

É escritor e tarólogo. Dedica-se a palestras sobre Tarot, pesquisas históricas e prática da leitura das cartas. É também autor da análise de Tarot Mensal do Personare. Saiba mais »

contato: chiodatarot@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS