Carregando pagina

Você > Desenvolvimento Pessoal

Aquecendo-se com Ashtanga Yoga

Conecte o seu corpo e sua mente fazendo a Saudação ao Sol

 

O inverno chegou e esse ano parece que ele veio firme e forte. Nessa época do ano ficamos meio molengas, reclusos e é natural que isso aconteça, pois nosso corpo também hiberna. Não igual aos ursos, claro, mas é um tempo de recolhimento, de calma, de repensar, de reorganizar. Nosso metabolismo se acelera para manter o corpo aquecido e por isso comemos mais. Existem práticas de Yoga que fazem com que o corpo se aqueça e que ao mesmo tempo respeita esse tempo corporal.

Quer se aquecer e ao mesmo tempo energizar seu corpo? Vamos ao Surya Namaskar do Ashtanga Yoga. Sua tradução é Saudação ao Sol, existem várias, umas com mais asanas e outras com menos asanas. Mas todas têm um objetivo em comum: conectar o seu corpo e sua mente com a energia solar que se propaga pelo universo e nos dá vida. Movimentam grandes grupos musculares, balanceando as principais glândulas e todos os chakras. As mais conhecidas são Surya Namaskar A e Surya Namaskar B do Ashtanga Yoga, que são acompanhadas da respiração ujjayi.

Pratique ao nascer ou pôr do sol

A Saudação ao Sol é composta por uma seqüência de flexões e extensões. Inspira-se ao se elevar a cabeça, os braços e o tronco. Expira-se quando abaixamos o tronco, os braços e a cabeça. A hora ideal para a sua prática é ao nascer do sol ou durante o pôr do sol, de frente para ele, de preferência ao ar livre. Se estiver muito frio, faça dentro de casa.

O Surya Namaskar A e o Namaskar B devem ser repetidos cinco vezes. O tempo de permanência em cada asana é de cinco respirações ujjayi, que devem ser longas e espaçadas. O Surya Namaskar A possui nove vinyasas e o Surya Namaskar B dezessete. Vinyasa significa sistema de respiração e movimento, para cada respiração um movimento sincronizado. Se praticado de forma dinâmica (rápida) estimula o nosso nadi pingala (solar), se praticado de forma lenta estimula o nadi ida (lunar).

Caso você seja uma pessoa agitada, pratique-o lentamente. Agora, se você é uma pessoa muito introspectiva pratique-o de forma dinâmica. Praticar dristi (focalização do olhar) e escutar o som do ujjayi ajuda a direcionar o foco para dentro da conexão respiração-bandha (fechos ou selos de energia). A partir daí adquire-se o estado da mente controlada que é produzido pela repetição dos vinyasas. Ocorre também uma reação física: o corpo passa a produzir calor interno, essencial para o processo de purificação da primeira série do Ashtanga Yoga, conhecida como Yoga Chikitsa.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Rosine Mello

Formada em Educação Física, é praticante de Hatha Yoga desde 1998. Atua como professora desde 2005, certificada pelo Simplesmente Yoga. Atualmente estuda e pratica Iyengar Yoga. Saiba mais »

contato: rosine.mello@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS