Carregando pagina

Amor > Ciúmes e Traição

Amor em liberdade

Florais para transformar o apego e a dependência em um sentimento saudável

 

Ela o ama loucamente. Ele, nem tanto. Ela largaria tudo por ele. Ele faz planos de viajar sozinho. Ela pensa em casamento e ele toma uma Coca-cola, como diria Caetano Veloso, na canção Alegria, Alegria.

Descaso de um lado, dependência de outro. E quanto menos uma parte dá, mais a outra quer. Pede, exige, sufoca, se desdobra. Por que às vezes é tão difícil abrir mão de um amor não correspondido?

Este tipo de afeição em desequilíbrio pode ser encontrado em outras relações também. Amigos ciumentos, pais possessivos, filhos grudentos. Muitas vezes, o comportamento pegajoso vem encoberto por uma falsa aparência de comportamento amoroso. A pessoa dá. Mas cobra. Reflexo da grande carência afetiva que traz dentro de si.

O vazio emocional faz com que ela precise direcionar o afeto alheio para tentar suprir o vácuo que sente por dentro. São personalidades controladoras, que acabam sufocando o outro. O apego é grande demais e, nessas circunstâncias, o uso de florais pode ajudar a reduzir essa dependência afetiva.

Para quem sofre por quem está distante

O floral Bleeding Heart (Califórnia) trabalha a liberdade emocional de quem sofre por quem já não está mais por perto. Ou por quem está perto fisicamente, mas distante emocionalmente. O sentimento de rejeição é grande e ainda assim é muito difícil liberar o apego amoroso. Se você acabou de romper uma relação afetiva e sente seu coração em mil pedaços, Bleeding Heart é a essência que amenizará este luto e trará o entendimento do amor incondicional, aquele de coração aberto.

Para quem tem dificuldades em respeitar a individualidade do outro

O Chicory (Bach) ou o Chicorium (Minas) direcionam esta energia amorosa possessiva de maneira positiva, nutrindo a carência interior e trazendo o entendimento de que o verdadeiro amor acalenta, afaga, mas respeita a liberdade e a individualidade alheia.

Onde encontrar:

Rio de Janeiro - Quintessência - (21) 2205-0505 http://www.quintessencia.com.br/
São Paulo - HNCristiano - (11) 2979-9868 http://www.hncristiano.com.br/portal/

Equilíbrio - (11) 3815-1386. http://www.equilibrio.com.br/
Belo Horizonte - Officinalis - (31) 3296-8917/3344-2922 - Chlorantha - (31) 3241-5212/3224-8533
Fortaleza - Farmácia Farmaverde - (85) 3261-1566

Para quem costuma agir de forma dependente na vida afetiva

Para quem tem a tendência em estabelecer relacionamentos simbióticos e dependentes, Amor Agarrado (Filhas de Gaia) resgata o zelo por si mesmo, mostrando que o amor e o cuidado que espera-se do outro deve começar em você. Esta nutrição amorosa é que traz o equilíbrio para suprir a carência.

O amor com desapego é aquele que não cobra. Você ama e deixa livre dando a confiança e a certeza de que o afeto existe. Mas não cria amarras.

Diferentes Florais

  • Os florais de Bach foram os primeiros. Sintonizados na década de 30 por Edward Bach, um renomado medico inglês, inspiraram, anos mais tarde, a descoberta de várias outras essências ao redor do mundo. A partir de 1978, o casal de pesquisadores Richard Katz e Patricia Kaminski criou o sistema de Florais da Califórnia e fundaram a Flower Essence Society (FES).
  • Uma das representantes dos florais brasileiros, Maria Grillo, começou sua busca em 1988, sintonizando o sistema Filhas de Gaia através de flores encontradas em santuários ecológicos e áreas de proteção ambiental, em São Paulo, Minas Gerais. Goiânia e Rio de Janeiro.
  • Cada um dos sistemas florais traz a qualidade vibratória da região em que foram sintonizados. Mas todos têm um ponto em comum: tratam profundamente questões do bem-estar emocional e promovem o equilíbrio do ser humano como um todo.

Nota importante sobre a escolha dos florais:

A automedicação de florais parece bem fácil. A pessoa procura por palavras-chave e escolhe as essências. Você não precisa se identificar com 100% das características de uma essência para tomá-la. Eles não apresentam contra-indicação, mas para fazer a escolha correta é preciso conhecer os sistemas florais e, ao mesmo tempo, ter capacidade de perceber claramente as questões pessoais ou das pessoas próximas, o que nem sempre é simples. Por isso, um profissional capacitado é sempre a melhor opção.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Carolina Arêas

Iniciou sua formação como terapeuta floral através do Healing Herbs, da Inglaterra, estudando as essências de Bach. Também trabalha com Reiki nível II e massoterapia ayurvédica, e é co-criadora do projeto "Word Rocks". Saiba mais »

contato: carolinaareas@yahoo.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS