Carregando pagina

Você > Respeito e Solidariedade

A Floresta nos ensinou

Aprendendo a importância da ecologia em todos os seus diversos níveis

 

Ao longo de mais de duas semanas, a Floresta Amazônica foi nossa professora. Transferidos para uma realidade totalmente distinta do nosso cotidiano, aprendemos coisas que jamais poderíamos sequer imaginar. A principal: a Amazônia vale mesmo mais em pé do que derrubada. Ela é o depositório de 20% do carbono do planeta Terra. Se for devastada, este carbono se espalhará pela atmosfera, com consequências imprevisíveis para o clima do planeta. E, por mais batido que possa parecer, floresceu em nossos corações a profunda verdade de que a união faz a força. Cada um de nós com qualidades e talentos totalmente distintos, aprendendo que é possível e desejável ir além das diferenças pessoais quando uma causa maior está implicada. E que causa poderia ser maior do que a defesa do mundo em que vivemos?

Defender a diversidade da natureza passa também pelo reconhecimento e respeito de nossas próprias diversidades."Defender a diversidade da natureza passa também pelo reconhecimento e respeito de nossas próprias diversidades."

elo reconhecimento e respeito de nossos próprios limites. E, acima de tudo, pelo reconhecimento e respeito do fato de que cada um de nós tem imensa importância na vida.

Ecologia da alma

Mas as lições concedidas pela Floresta vão muito além de questões ecológicas ambientais. Poderíamos, aqui, sustentar o óbvio e o que já é mais do que falado: defender a Amazônia é importante para que a biodiversidade seja mantida, para que espécies animais e vegetais ameaçadas de extinção continuem a existir. A Amazônia é, também, um grande laboratório, onde a cura de muitas doenças foi encontrada (e muitas outras poderão ser dirimidas, se os cientistas atentarem mais para aquilo que existe aqui, em nosso próprio país). Poderíamos falar longamente sobre tudo isso, mas tudo isso já é sabido. Queremos, então, falar da grande lição que a Amazônia nos ensinou, uma lição que não é óbvia e que demanda um olhar apurado para ser compreendida. Falamos, aqui, da lição do encontro, da amizade e do respeito pelas diferenças. Falamos da importância de uma ecologia da alma, da sustentabilidade dos afetos, da preservação dos laços entre as pessoas.

A internet aproxima quem está longe, mas separa quem está perto. Nas últimas décadas, cada um de nós foi presenteado com centenas de novos amigos ao redor do mundo. Pessoas que sequer conhecemos ao vivo. Mas você já parou pra pensar qual foi a última vez que você se reuniu com pessoas no mundo "de carne e osso"? O mundo moderno na selva de pedra e concreto está cada vez mais veloz e as pessoas vivem conectadas pelo tempo que desejarem, mas ao mesmo tempo - e ironicamente - estamos todos padecendo de solidão. A Floresta Amazônica nos religou, a impossibilidade de usar tecnologia nos fez rever a importância do que é realmente essencial em nossas vidas. A obrigatoriedade de dividir um mesmo espaço, tomando café juntos, almoçando juntos, dormindo juntos, nos fez perceber que estávamos todos meio loucos em nossa vida veloz, adoecidos em nossa solidão em meio à multidão. E eis que fomos curados. Descobrimos que as últimas novidades tecnológicas no mercado não são mais importantes do que a convivência e a amizade. E esta lição, para nós a derradeira, jamais será esquecida.

Acredite: não é preciso ir para a Floresta para aprender o que aprendemos. Comece olhando para o lado, conheça seu vizinho, valorize seu colega de trabalho, abrace seus familiares, saia com seus amigos. O mundo precisa da Amazônia, a Amazônia precisa de nossa defesa, mas, acima de tudo, e mais importante: somos maiores e fortes juntos. Na alegria e na tristeza, nas vitórias e nas perdas. Sempre, para sempre Amazônia.

Alexandre Salazar Júnior (campeão mundial de surf)

Alexey Dodsworth Magnavita (astrólogo, filósofo e estudante de astronomia)

Carolina Magalhães (apresentadora e atriz)

Marta Sobral (ex-jogadora de basquete da Seleção Brasileira)

Mateus Verdelho (modelo)

Mel Ravasio (vocalista da banda Lipstick)

(Participantes do reality show "Amazônia", da Record em parceria com a Endemol)

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Alexey Dodsworth

Astrólogo há 30 anos, é escritor, membro da MENSA e atualmente cursa doutorado em Filosofia e Ética em Veneza. Tem ampla experiência em ensino de Filosofia, já tendo sido consultor da UNESCO e assessor especial no Ministério da Educação. Saiba mais »

contato: alexey-revista@personare.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS